segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Modificações

“Vamos ter que fazer algumas modificações”, disse sem olhar para mim. Estremeci. Não havia nada para mudar. De onde teria surgido aquela idéia? Fiquei a pensar, e senti um forte aperto no coração, como se uma mão o estivesse espremendo violentamente por dentro. Só poderia ser separação, constatei em susto. Eu estava velha, e ele havia me trocado por outra.


Os pensamentos embaralhavam-se numa confusão... Eu estava muda. Senti-me cruelmente traída. Trocada por outra como um sapato velho. Foi então que me surgiu a idéia de atender aos olhares do vizinho, que me convidavam para fugir do paraíso.

Convidei-o para um jantar. Quando meu marido chegou, estávamos na sobremesa. A voz entrou docemente ao quarto: “Querida lhe trouxe um presente, vamos ter que fazer uma garagem”. Nem bem fechou a boca, abriu a porta do quarto.

Um comentário:

  1. kkkkkkkkkkkkkkk', nem sei se era pra ser engraçado, mas essa aí, sofreu por antecipação e fez merda! Ow jah!

    ResponderExcluir